segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Medo.







Não é o sentimento que prevalece hoje. Afinal começo uma semana feliz.
Mas é o que quero postar aqui. Escrevi isso a algum tempo...










Noite estrelada, tudo para ser perfeito
Da janela do meu quarto posso ver a única estrela no céu
O cansaço fala mais alto
Minha alma pede para se libertar por alguns momentos
Mas de repente tudo muda
O medo toma conta e me corrói
Sem eu saber como tudo se transforma
Ouço barulhos vindos de todos os lados
Barulhos de todos os tipos
O medo só aumenta
Meu corpo transpira
Não paro de tremer
Mas enfim
O dia amanhece
O cansaço permanece
Mais uma noite em claro
As sensações são relembradas
E mais uma vez o medo
Não quero sentir de novo
Agora prevalece o desejo
o desejo de que a próxima noite seja diferente
E quando a noite chegar
Quando eu deitar
Quero que o medo se vá
E mais que isso
Quero dormir em paz
E esquecer o que passou
E ai sim irá amanhecer outra vez...
Que essa semana seja livre, e sem medo para todos nós.
Feliz segunda feira.

5 comentários:

Lupo disse...

Interessante que os barulhos que atormentam vem de dentro, e não de fora. Mas sempre existe a esperança, e outra noite!

Bjão Faa!

Reflexo d Alma disse...

Linda construção.
Lembrou versos meus...
"
São sons do fundo da gente
Fluem do fundo da alma da gente
Levando emoções e trazendo o sonhar
AGIGUELÊ AZARABUMBÁ
É não se ter medo
Do que se pode fazer
ISQUEREZÊ ARIKARUMARUM
Vamos deixar
O encanto viver
SERERÊ IQUEBELELÊ
Isso é pra mim
Isso é pra você
DATIQUEFUM SABARAQUETUM
Se solte
E venha aprender"

Bjins entre sonhos e delírios

Lily Olival disse...

"Durma medo meu...."

O medo é uma coisa que sempre me desafiou, não gosto de senti-lo, tento sempre encarar de alguma forma. Ora consigo, ora não...
Mas sua presença me incomoda.

Porém o vejo necessário em alguns momentos, pra que possamos enxergar o quanto temos a alcançar.

Enfim, que seus medos durmam e que suas noites passem a te abraçar.

Beijos Faa

Anônimo disse...

Fiquei sem palvras....
Simplesmente expressou tudo que existia aé dentro...
Simples,perfeito,maravilhoso!
Parabens
Bjo

silvioafonso disse...

.

Falar depois do time aí de
cima é complicado.
Falar do medo eu não falo
porque tenho medo. Falar de
noites sem dormir eu não
quero porque perco o sono.
Falar de um corpo perdido
num leito esquecido onde
esparrama as suas
lembranças, das tempestades
aos momentos de bonança e
chora com o cheiro que a
lembrança lhe traz.
Sol forte bate na janela;
um toc-toc mansinho e me
desperta pro café.

silvioafonso





.

Postar um comentário