segunda-feira, 12 de setembro de 2011

O MELHOR ABRAÇO DO MUNDO



O melhor abraço do mundo
É aquele que o sentimento
Cresce a cada dia
E quanto é chegada à hora
Ele mostra exatamente
O tamanho do amor

O melhor abraço do mundo
É aquele cheio de carinho
E banhado de saudade

O melhor abraço do mundo
É o de companheirismo
Sem se importar com a distância

O melhor abraço do mundo
É uma vez desconhecido
Mas sem saber por que, é intenso
Inesquecível
Apenas o começo

O melhor abraço do mundo
Não tem imagens de lembrança
Mas que o coração ainda sente

O melhor abraço
É o que conforta

O melhor abraço
É divertido

O melhor abraço
É protetor

O melhor abraço do mundo
É o dos que amo,
Os cheios de sentimento...
Aquele que é sentido
Por quem está em volta...
O melhor abraço do mundo...



Uma singela homenagem aos meus amigos, principalmente para Jaquelyne Anitelli, Karoline Anitelli, Rafael Gasparin (rafinha), Marlane Reis, Suh Anitelli, Lily Olival, Lupo, Rosana Santos, Viviane Vilas Boas...
Amo todos vocês demais...


7 comentários:

Lupo disse...

Ah... O melhor abraço do mundo é o seu! =D
Obrigado Faa, te amo!!!

Ly disse...

*---* lindo.

Pra mim e aquele que vem pra por fim à saudade

Lupo disse...

Eu me identifiquei com a poesia inteira... Mas tem um terceto que caiu direitinho pra mim rs...

Viviane Vilas Boas disse...

Lindo d+ Fa!!!! Ameiii!!!!
Vc me surpreende cada vez mais!
Te amoo!!!!

Marlane Reis disse...

AMEI... o melhor abraço do mundo é o seu.
Ainda me lembro, fechei os olhos pra sentir, pra serm mais intenso e inesquecivel e ainda é... ainda lembro mais estou com saudades, mtas saudades.!

AMOO Vc amiga, irmã! ♥

Jefferson França disse...

Muito bom como sempre Faa... Palavras Simples que descrevem o mundo,continue assim, a poesia é uma parte de você.
Beijo

F. Otavio M. Silva disse...

ola, como estão as coisas.
EU passei um tempo sem postar só vivendo do ócio de refletindo, mas a gora to de volta. Dê lá uma passada no meu espeço, vou ficar lisongeado com a sua presença.
http://otaviomsilva.blogspot.com/
Forte abraço, F. Otávio M. SIlva

Postar um comentário