quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Noite sem fim

Sentados a beira do mar
Em silêncio
Apenas observando a lua
Que se reflete no mar
Não precisamos dizer
Nem uma palavra
Os olhares dizem
O desejo aumenta
As bocas ardento por um beijo
Sedento de amor
Cheio de vontade
As linguas se encontram
Como o inicio de uma noite
A sós
Que parece não ter fim...

9 comentários:

LyRodrigues disse...

*O*

Amei Fa.

A lua e seus inexplicáveis mistérios

Sérgio Filho disse...

Adorei, o título, os versos, o tudo.

Nossa, nem te falo o quanto gosto desse título.

"Noites sem fim"

Endless Night, é uma das HQ's do meu idolo Neil Gaiman, maravilhosamente bom.

Eu gosto muito do termo Endless. Lembra-me o infinito.

Aquele abraço faazinha!

Jubs disse...

Amiga ameiiiii *---*
Suas palavras dizem tudo pra esse dia(abafa)
Beijos

Lily Olival disse...

Ai Faa, que lindo!
Me sinto nos seus versos...
Essa magia das noites de lua cheia junto com o encanto eterno do mar... me faz tão bem!

Lindo lindo Faa!
Obrigada mais uma vez...

Beijos

Lupo disse...

Preciso da brisa desta noite... Pois ficou quente!

Reflexo d Alma disse...

Perfeitos versos
:
"As linguas se encontram
Como o inicio de uma noite
A sós
Que parece não ter fim..."

Merece ser refrão de uma canção...
alias o poema é uma canção linda.

Bjins entre sonhos e delírios

Reflexo d Alma disse...

Esqueci..
a imagem lembrou a Lua em Pasargada ontem a noite quando fomos mergulhar:Linda...convidativa.

José María Souza Costa disse...

Passei aqui lendo. Vim lhe desejar um Tempo agradável, Harmonioso e com Sabedoria. Nenhuma pessoa indicou-me ou chamou-me aqui. Gostei do que vi e li. Por isso, estou lhe convidando a visitar o meu blog. Muito Simplório por sinal. Mas, dinâmico e autêntico. E se possivel, seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato esperando por você. Um abraço e fique com DEUS.

http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

lucidreira disse...

É como se diz por ai, nada supera um longo e ardente beijo. É simplesmente maravilhoso.
Diz em poucas palavras um infinito de prazer.
Abraço

Postar um comentário